A FALA QUE CURA O CORPO

by
tc
Por Thais Helena Oliveira

A Terapia Comunitária (TC) foi criada há 20 anos na comunidade de Pirambu, em Fortaleza CE, pelo psiquiatra, teólogo e antropólogo Adalberto Barreto e vem se tornando uma abordagem complementar às conhecidas práticas comunitárias existentes, não só no Brasil como na Suíça, França e outros países.

A TC procura promover a valorização, o resgate da identidade da pessoa, a restauração de sua auto-estima, da liberdade e da confiança em si, favorecendo o crescimento e possibilitando um maior grau de autonomia, consciência e co-responsabilidade.

É um espaço de escuta respeitosa que compartilha problemas, sofrimentos e conquistas do dia a dia. Vamos contar, ouvir, sentir, refletir e transformar as atitudes e as ações que escolhermos.

“Quando a boca cala o corpo fala. Quando a boca fala o corpo sara.”

Adalberto Barreto

Isso leva ao aparecimento dos saberes da comunidade, demonstração das competências de cada um, maior aceitação das diferenças, e novos caminhos são trilhados para se resolver “velhos”

problemas.

Participo de grupos que fazem TCs. e tenho um trabalho que foi apresentado e premiado no V Congresso de Terapia Comunitária, em Beberibe – Ceará, que ocorreu entre os dias 9 e 12 de agosto passado.

A Terapia Comunitária pode ser aproveitada em qualquer instituição que pretenda juntar a teoria à prática e onde a Ética, os Bons Costumes e a Paz sejam a base de uma educação holística, sistêmica e integrativa.

<div><a href=”http://www.addthis.com/bookmark.php?v=250&amp;pub=oceanoale&#8221; title=”Bookmark and Share” target=”_blank”><img src=”http://s7.addthis.com/static/btn/v2/lg-share-en.gif&#8221; width=”125″ height=”16″ alt=”Bookmark and Share” style=”border:0″/></a></div>
<!– AddThis Button END –>

Anúncios

Tags:

2 Respostas to “A FALA QUE CURA O CORPO”

  1. Letícia Amaral Says:

    Quem participou sabe como é bom! Tirar os sapatos, gritar como um índio, gargalhar como criança, ensinar ao outro como resolvi meu problema que é parecido com o seu… Uma terapia de graça e sem remédios. Salve salve Dr. Adalberto!

  2. SHIRLEY DE OLIVEIRA TOLEDO Says:

    acho fantastico esses grupos de apoio tambem faço parte de um aqui em São vicente est S.P.
    gostaria DE ME COMUNICAR COM AUGUEM DE OUTROS LUGARES E TROCAR ESPERIENCIAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: