NO NATAL, DÊ DIGNIDADE

by

Por Gabriela Guenther

Você se sente escravo do trabalho? Torce para chegar o fim do expediente, o fim de semana?

Imagine, então, como seria trabalhar 14 horas por dia, 7 dias por semana, por um salário de U$ 14 e em situação de insalubridade e periculosidade extremas.

É nessas condições que milhões de chineses, a maioria meninas na faixa dos 19 anos, trabalham o ano inteiro, para que crianças em todo o mundo ganhem brinquedos de Natal que provavelmente estarão no lixo antes da Páscoa, quebrados ou abandonados por falta de interesse.

A China produz 70% dos brinquedos fabricados no mundo. O Brasil é o terceiro país que mais recebe produtos made in China

Enquanto milhares de pessoas se acotovelam na Rua 25 de Março atrás de brinquedos baratos e de má qualidade, mas que vão “encher os olhos” das crianças no Natal, você pode fazer diferente: não compre brinquedos de procedência chinesa, que além de serem fabricados às custas da dignidade humana, ainda podem conter substâncias tóxicas, como tintas à base de chumbo e querosene. 

Seu filho não precisa desse tipo de brinquedo, você não precisa presentear cada um dos seus sobrinhos com um carrinho de controle remoto, nem ceder aos pedidos de sua filha pelo modelo mais recente da Barbie ou Polly.

Seja criativo, faça seu próprio presente ou então compre brinquedos feitos por artesãos ou comunidades carentes.

Assista ao documentário sueco Santa’s Workshop, que mostra um pouco da triste realidade da indústria de brinquedos chinesa.

<div><a href=”http://www.addthis.com/bookmark.php?v=250&amp;pub=oceanoale&#8221; title=”Bookmark and Share” target=”_blank”><img src=”http://s7.addthis.com/static/btn/v2/lg-share-en.gif&#8221; width=”125″ height=”16″ alt=”Bookmark and Share” style=”border:0″/></a></div>
<!– AddThis Button END –>

Anúncios

Tags: , , ,

2 Respostas to “NO NATAL, DÊ DIGNIDADE”

  1. PARA REFLETIR ANTES DE CONSUMIR « Verde Dentro Says:

    […] Leia mais sobre a indústria chinesa. […]

  2. Sabrina Says:

    concordo com tudo.
    para mim, essa batalha é cruel (pois envolve muito mais do que só a minha vontade), ainda tenho um longo caminho até chegar onde eu acredito… por enquanto, infelizmente, estes brinquedos ainda estão ganhando a batalha.
    um dia os venço!
    e seu post me anima ainda mais.
    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: