CUIDADO COM A MÁFIA VERDE…

by

Por Gabriela Guenther

Pesquisando sobre os céticos do Aquecimento Global descobri um site/revista que, além de defender que o Aquecimento Global é uma fraude, se proclama a favor dos transgênicos, da energia nuclear e acusa os ambientalistas de “Máfia Verde” e neocolonialistas. O site é um amontoado assustador de argumentos reacionários e notícias tendenciosas que parecem ter como único objetivo afetar a credibilidade do Greenpeace

Não entendo o desprezo de algumas pessoas pelo posicionamento em favor da sustentabilidade. Defender a manutenção do sistema de vida atual, baseado no consumo desenfreado, na exploração de recursos naturais e no desenvolvimento a qualquer custo é uma insensatez. E se omitir não é muito diferente.

Nesse um ano e pouco de blog tive muitas fases de entusiasmo e outras tantas de desânimo e descrença. Talvez eu seja muito ingênua ou estúpida por acreditar que um mundo diferente, mais justo, mais limpo e mais bonito seja possível. Ao que parece, a grande maioria está muito bem, obrigada.

Eu não. Não consigo deixar de desejar esse mundo diferente, onde todos possam apreciar o pôr-do-sol, mesmo que o expediente ainda não tenha acabado.

Tags: , ,

9 Respostas to “CUIDADO COM A MÁFIA VERDE…”

  1. Henrique Beckmann Says:

    Gabi,

    Cuidado quando fala em credibilidade do Greenpeace, não acredite em tudo que vê.

    Também tenho um blog onde falo de sustentabilidade, preservação do planeta, economia verde, etc, etc…

    É preciso analisarmos todas as opiniões antes criarmos a nossa (e formar a de outras pessoas).

    Primeiro, o Greenpeace não é exemplo de pureza e democracia. (é minha opinião, ponto!)

    Segundo, apesar de suspeitar de muitos argumentos dos chamados “céticos do aquecimento global”, outros são fortes e podem rebater idéias até hoje intocadas. E rebater não quer dizer ir contra! Pense nisso.

    Também acredito que podemos construir um mundo melhor e mais justo. Mas é preciso diferenciar as coisas. A sustentablidade é algo macro, que envolve conscientização, ações, política, além de muitos outros fatores, tão complexos, que ficam difíceis de mensurar.

    Já o aquecimento global é uma “consequencia”, um problema pelo qual estamos passando. E o que tanto se discute é quem seria o verdadeiro responsável por isso, o homem ou os ciclos naturais da Terra (simples assim).

    Deixemos que os cientistas e especialistas cheguem uma conclusão definitiva.

    Isso não significa que, devido a divergências de teorias, devemos deixar de preservar nossos recursos naturais, reduzir nosso impacto na natureza, muito menos abandonar o livre arbítrio e a democracia.

    Eu uso meu blog para conscientizar, de uma forma ou de outra, o maior número de pessoas possível para que repensem seus hábitos e possam mudá-los de modo a reduzir seus impactos no meio ambiente. Acredito que essa seja a função de blogs. Já que muitos meios de comunicação estão “poluídos” por interesses políticos e de grandes empresas. Nós blogueiros (ou alguns de nós) somos “livres” disso. Não temos o “rabo preso” com nenhuma empresa ou político, somos fiéis apenas a nossas opiniões, idéias e ideais, por isso somos livres para falar de tudo e de todos (com o mínimo de ética e educação) sem medo!

    Desculpe me estender, me empolguei um pouquinho (rsrsrs), mas é isso aí…

    Grande abraço e sucesso!

  2. verdedentro Says:

    Olá Henrique,
    Obrigada pela visita e pelo comentário. Concordo com você e não coloco o Greenpeace acima do bem e do mal, como nenhuma organização cuja atuação envolve política, dinheiro e poder pode ser colocada, mas continuo achando que o site Alerta em Rede quer se promover em cima dessa polêmica e de outras semelhantes e foi isso o que eu quis dizer no post. A minha opinião é que, independente do Aquecimento Global ser resultado da ação humana, estamos acabando com o nosso planeta e a falta de consciência e disposição para mudar de hábitos é tão grande que nem se estivéssemos a beira de uma catástrofe climática haveria mudança e isso fica claro pra mim na atitude de desprezo e deboche que percebo na maior parte das pessoas quando se fala em sustentabilidade. É muito mais fácil tirar um sarro dos “ecochatos” do que olhar para o próprio rastro e assumir a responsabilidade pelo que fizemos e continuamos fazendo.
    Lamento que seja assim e que existam pessoas tão empenhadas em minimizar a importância de uma mudança profunda no nosso modo de vida.
    Gostei do seu blog e vou acrescentar em nossa lista de links.
    Abraços e sucesso para você também!

  3. Raoni Says:

    Pois bem meu camarada, de primeira impressão talvez eu seja classificado como um destes mafiosos.

    Me posiciono a favor da energia nuclear, contesto de maneira ativa a total responsabilidade humana sobre o “dito” aquecimento global, mesmo com medidas e evidencias (nao projeçoes, nao modelamentos) de que desde 1998 a temperatura da Terra caiu.

    Minha intenção é fazer com que as pessoas abram os olhos, contestem, já dizia um ditado muito legal: O sábio não sabe todas as respostas, mas sempre sabe o que perguntar.

    Se sair acreditando em tudo (pro bem ou pro mal) nos tornaríamos facilmente manipulados. E você tem que concordar sim, que há uma histeria coletiva em relação ao Aquecimento, uma histeria desmedida.

    Do meu ponto de vista há muitos outros problemas que temos que ter como prioridade do que emissoes de Dióxido de Carbono, tais como: Água potável, tratamento de esgoto, produção e logistica de fornecimento de alimentos para todos.

    Os ditos céticos, tem um valor muito grande, se nao quem detém a informação, faz o que quer. Do mesmo jeito que voce linkou um estudo de uma empresa que financia (a Koch) estudos contra aquecimento, você não pode esquecer os estudos pagos pró-aquecimento. entre uma série de coisas.

    Não defendo o estilo de vida atual, estilo de consumo etc, mas não podemos deixar que essa histeria tome conta de tudo.

    Abraços.

  4. verdedentro Says:

    Olá Raoni,
    Obrigada pelo comentário. A máfia, nesse caso, são os ambientalistas (de acordo com o site mencionado) não foi um termo criado por mim.
    Se entendi bem o que você disse, você contesta a total responsabilidade humana pelo aquecimento global, o que não quer dizer que o homem não tenha alguma participação nisso, ou não? De qualquer forma, pelo que pesquisei, não há conclusões definitivas em nenhuma das duas hipóteses e pagar pra ver pode custar caro.
    Acredito na interferência humana, não só no clima, mas na biodiversidade, no equilíbrio natural e acho muito triste ter que viver a mercê de interesses políticos e financeiros, de um ou de outro lado.

  5. Henrique Beckmann Says:

    Gabi e Raoní,

    Esse tipo de discussão, promovido por blogs como os nossos, são a saída para a imparcialidade, o meio termo da questão. É o equilíbrio que devemos buscar sempre. O homem não viveria sem a natureza, o contrário sim. Nós que precisamos nos adaptar ao planeta, evoluir nossos conceitos em política e economia.

    Independetemente dos meios o fim deve ser a buscar por conscientização de todos. Seja por previsões catastróficas, seja por dados científicos coerentes.

    Me lembro de ouvir/ler isso em algum lugar: “Mesmo se for um fracasso, a COP 15 já é um sucesso”. Moral da história: Falem bem ou falem mau, mas falem de sustentabilidade!

    Isso só engrandece a discussão!

    Abração…

  6. Raoni Says:

    Gabi,

    Sob a responsabilidade humana em alguns pontos é inegável e indiscutível. Especificamente sobre emissão de CO2, acredito que isso pode trazer consequencias locais, nao globais. Isso também é dito, mais dito do que divulgado.

    Concordo com o Henrique, e como eu mesmo disse no proposito dessa mina “cruzada” de ceticismo, não quero trazer respostas, quero trazer dúvidas, quero discussão, quero que as pessoas busquem informações, assim como nós estamos fazendo

    beber somente de uma fonte não é sadio.

    Inclusive convido você a dar seus pitacos em meus posts, isso sem dúvida enriquece muito mais a nossa discussão

    E Parabens pela iniciativa do blog.

    Att.

  7. Ana Says:

    vamos lutar por um planeta melhor não poluindo, protegendo os animais e as plantas e sobretudo lutar pelos nossos recursos se todos fossemos a pensar como o Raoni e ninguem lutasse pelo bem do planeta ja nao tinhamos planeta a muito tempo. vamos lutar por um mundo melhor

  8. Juca Says:

    RAONI, ESSA REVOLTA CONTRA O MEIO AMBIENTE NÃO SERIA UMA FORMA DE NEGAÇÃO AO NOME INDÍGENA ( E HORROROSO) QUE SEUS PAIS COLOCARAM EM VOCÊ? PENSE NISSO.

  9. Huscam Says:

    Senhores:
    Convido-os a visitar meu site:

    http://blogdoambientalismo.com

    Saúde, prosperidade e sabedoria

    Huscam

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: