QUEM DUVIDA DO AQUECIMENTO GLOBAL?

by

A Indústrias Koch, multinacional ligada ao comércio de petróleo e com histórico de danos ambientais, investe em pesquisas para negar a ocorrência do aquecimento global. Essa é a conclusão do relatório que o Greenpeace acaba de publicar “Indústrias Koch: financiando secretamente os céticos do clima“.

A Koch financia os chamados “céticos do clima”, grupo de pesquisadores que negam a relação entre as emissões de gases de efeito estufa pelo homem e o aquecimento global. Ao investir milhões de dólares nesse grupo, ela orienta seus discursos de acordo com os próprios interesses. Isso confunde a opinião pública, desvaloriza o trabalho científico e atrapalha a articulação política para ações contra o aquecimento global – como o investimento em tecnologia limpa e de redução das emissões.

“O que precisa ficar claro é que os céticos não falam em nome da ciência, e sim em nome de interesses privados. Pois, para uma empresa diretamente ligada ao comércio de petróleo, a preocupação com o aquecimento global e investimento em tecnologia limpa representam uma ameaça a sua sobrevivência.” diz João Talocchi, coordenador da campanha de clima do Greenpeace.

Divulgue essa informação! É fundamental que a sociedade saiba quem está por trás dos céticos do clima.

Leia a íntegra da notícia.

Anúncios

Tags: , ,

3 Respostas to “QUEM DUVIDA DO AQUECIMENTO GLOBAL?”

  1. CUIDADO COM A MÁFIA VERDE… « Verde Dentro Says:

    […] Verde Dentro A solução está em cada um de nós « QUEM DUVIDA DO AQUECIMENTO GLOBAL? […]

  2. roosevelt s. fernandes Says:

    JÁ PASSAMOS DA HORA DE ENVOLVER – EFETIVAMENTE – A SOCIEDADE NA DISCUSSÃO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS.

    Por este motivo o nosso grupo – Núcleo de estudos em Percepção Ambiental / NEPA (criado há seisa nos e sem fins lucrativos) iniciou uma pesquisa na Região da Grande Vitória (ES) voltada ao estudo da percepção ambiental da sociedade frente à problemática (causas, efeitos, prós e contras) das Mudanças Climáticas. Temos interesse em identificar aprceiros em outras regiões que desejem desenvolver pesquisa idêntica (perfil nacional da sociedade frente a este tema). Vamos conhecer como a sociedade pensa; em seguida orientá-la para(progressivamente) tomar seu papel na discussão deste importante e polêmico tema. Infoermações com roosevelt@ebrnet.com.br

  3. roosevelt s. fernandes Says:

    O segmento empresarial e as mudanças climáticas

    Pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (Dez. / 2009) identificou que 97% das indústrias têm conhecimento do tema mudanças climáticas, com 33% admitindo conhecer bem o assunto. Em relação ao porte das empresas que admitem conhecer bem o tema, observa-se um equilíbrio entre as de pequeno (30,2%) e as de grande porte (36,5%), evidenciando que o conhecimento está identificado ao longo de toda a cadeia industrial.
    Para 47% das empresas afetadas em relação à obrigação de reduzir as suas emissões de gases com efeito estufa, acreditam que os custos serão significativos (17,2% não souberam responder). Os setores industriais que admitem ser afetados estão o de refino de petróleo, borracha, couro, vestuário, entre outras.
    No segmento industrial 69% acreditam que a preocupação com o meio ambiente é o estímulo mais representativo para que as empresas reduzam suas emissões de gases. O percentual de empresas que pretendem adotar medidas de redução das emissões passa de 42,7% no segmento das pequenas para 66,4% entre as grandes empresas. Destaque para os setores de álcool, bebidas e borracha.
    A sondagem especial da CNI evidencia que 62% das indústrias que conhecem o tema mudanças climáticas já adotaram ou pretendem adotar ações que reduzam suas emissões de gases. O destaque entre as que já adotaram ações concretas fica com os setores de álcool (91,7%), borracha (80,0%) e refino de petróleo (72,7%).
    Observa-se que 75% das indústrias pesquisadas reduziram ou pretendem reduzir o consumo de energia tendo como objetivo a redução de suas emissões de gases estufa. Estas ações se prendem a redução do consumo (74,9%), a substituição de fontes de energia (42,6%) seguido da instalação de equipamentos para medir e controlar as emissões (30,4%), merecendo destaque que entre as empresas que admitiram não adotarem nenhuma ação nos próximos dois anos, destaca-se a doção do processo de inventário de suas emissões, informação básica para qualquer empresa iniciar qualquer processo de intervenção em relação à redução das emissões.
    Entre os fatores que levam as indústrias a atuarem em termos de redução de suas emissões tem-se: preocupação com o meio ambiente (69,2%), imagem no mercado (44,0%), exigência legal (31,4%), incentivo fiscal ou creditício (28,0%), demanda dos clientes (12,8%) e oportunidades de lucro (11,0%).
    Quando perguntados a respeito do impacto sobre as empresas decorrentes das ações a serem adotadas, observa-se que a opção “não sabe” oscilou (comparativamente entre os grupos que admitem conhecer pouco e conhecer bem o problema das mudanças climáticas) entre 4,8% e 23,4%. A opção “não afeta os negócios da empresa” varia, na mesma escala de comparação, entre 24,7% e 33,8%.
    Entre as ações adotadas pelas empresas tem-se: redução do consumo de energia (74,9%), substituição de fontes de energia para outras de menor nível de emissão (42,6%), instalação de equipamentos para medir e controlar as emissões (30,4%), desenvolvimento de projetos que compensem as emissões (24,3%), estímulo aos fornecedores para que reduzam suas emissões (21,9%), elaboração de inventário de suas emissões (19,4%) e financiamento de ações desenvolvidas por terceiros (2,8%).
    No fim de Maio para saber o que a sociedade da Grande Vitória pensa a respeito desse mesmo tema, pesquisa desenvolvida pelo Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental, que trará informações importantes para melhor conhecer o cenário das mudanças climáticas.

    Roosevelt S. Fernandes
    Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: